28-02-2012 TERMINOLOGIA 3ª PARTE “ANOTAÇÃO DE ENFERMAGEM E PASSAGEM DE PLANTÃO”.


28-02-2012 TERMINOLOGIA 3ª PARTE “ANOTAÇÃO DE ENFERMAGEM E PASSAGEM DE PLANTÃO”.

Resumo da aula
1.            Tempo Verbal utilizado nas anotações;

3.            Comunicação oral entre membros da equipe de enfermagem: Troca de plantão; Dicas para evitar falhas na comunicação escrita;

 

Tempo Verbal utilizado nas anotações.
Comunicação na enfermagem:

 

Quando? – No contato com o cliente, familiares, membros da equipe multiprofissional, membros da equipe de enfermagem.

 

Como? – Por meio de orientações ao cliente e familiares, reuniões da equipe de enfermagem, anotações em prontuário, passagem de plantão, livros de ocorrência, etc.

 

O que deve ser comunicado? – Orientações, fatos relevantes para a assistência ocorridos com o cliente e que ajudem na resolução dos problemas, bem como orientações ao cliente e à família acerca do tratamento, condutas ou procedimentos.

 

Uma das formas de comunicação muito utilizada pela equipe de enfermagem é a comunicação escrita, que é feita em impressos institucionais que compõem o prontuário do cliente e em relatórios feitos em livros de ocorrência, entre outros.

 

O prontuário do cliente é um documento institucional com reconhecimento legal, composto por vários impressos. A equipe multiprofissional que assiste ao cliente deve sempre preenchê-lo com informações relevantes, concretas e precisas.

Os registros de enfermagem são anotações feitas no prontuário pelos profissionais de enfermagem que assiste diretamente ao cliente. São registradas informações concretas dos cuidados prestados e das observações feitas para garantir uma assistência individualizada, integrada e contínua. Anotações de enfermagem são fatos e observações relevantes, não são julgamentos ou conclusões tiradas de um acontecimento.

 

Comunicação oral entre membros da equipe de enfermagem: Troca de plantão; Dicas para evitar falhas na comunicação escrita;

 

Observe as seguintes dicas para evitar falhas na comunicação escrita no âmbito da assistência:

 

  1. A comunicação escrita no prontuário do cliente deve ser feita de forma clara e com registro de fatos concretos e relevantes para que qualquer componente da equipe multiprofissional possa ler e entender.
  2. A escrita dever ser legível e coerente para evitar dupla interpretação.
  3. Devem ser utilizadas palavras da língua portuguesa e abreviaturas padronizadas.
  4. A anotação deve ser assinada pelo profissional que fez o relato e deve conter o cargo ou função e o número de inscrição no Coren.
  5. Os fatos e ocorrências devem ser registrados de acordo com a ordem dos acontecimentos.
  6. As observações e queixas do cliente, bem como as condutas adotadas, também devem ser registradas.
  7. Se houver erro no registro, deve-se colocar e erro entre parênteses e em seguida a palavra digo. Por exemplo: “puncionada veia periférica no dorso da mão (direita) digo, mão esquerda.”.
  8. Os registros devem ser feitos no prontuário correto. Antes de iniciar o registro, deve-se verificar se todos os impressos que compõem o prontuário estão com a identificação completa no cabeçalho (nome completo do cliente, número de registro hospitalar).
  9. Devem ser evitadas expressões vagas como “sem queixas”, “sem alterações”; apesar de não haver nada de errado com elas, podem provocar falhas na comunicação.

 

Troca de plantão.
Ao final de cada período de plantão, a equipe de enfermagem deve relatar verbalmente as ocorrências com cada cliente para a equipe que está assumindo, visando à integração e à continuidade na assistência. Esses relatos podem ser feito à beira do leito ou no posto de enfermagem, conforme a rotina da instituição. Algumas normas devem ser observadas por todos os integrantes da equipe nesse momento:

  1. Presença dos integrantes das duas equipes, que devem estar atentos ao que está sendo exposto.
  2. Não promover conversas paralelas, pois interferem no processo de comunicação.
  3. Iniciar o relato pelo nome do cliente, quarto ou leito e diagnóstico.
  4. Relatar procedimentos diagnósticos realizados naquele dia, queixas do cliente e condutas adotadas, bem como fatos relevantes e ocorrências.
  5. Não verbalizar as impressões sobre determinado caso na presença do cliente.
  6. Controlar as expressões faciais em relação ao quadro que o cliente apresenta. Por exemplo: grandes curativos, queimaduras, etc..
  7. Oferecer à equipe que está iniciando o plantão a oportunidade de esclarecer as dúvidas.
  8. Fazer relatos breves e concisos. Fatos não relevantes, particularidades do cliente, impressões pessoais não trazem nada de significado para a assistência, além de desrespeitarem o direito ao sigilo do cliente.

 

Normalmente, o tempo verbal utilizado nas anotações de enfermagem é o particípio.
São exemplos de verbos utilizados:

•             Admitir – admitido nesta unidade;

•             Colher – colhidos exames laboratoriais;

•             Encaminhar – encaminhado para o centro cirúrgico;

•             Instalar – instalados eletrodos;

•             Fazer – feita tricotomia em região;

•             Realizar – realizado banho no leito;

•             Mensurar – mensurado sinais vitais;

•             Orientar – orientado a manter as grades elevadas;

•             Puncionar – puncionada veia periférica;

•             Transferir – transferido para a unidade de…;

•             Verificar – verificado sinais vitais, pulso, curativo, fixação de (AVP, intracath, GTM, SVD, SNG).

•             Aferir – aferido sinais vitais;

 

 

 

DATA 31/02/12                    RELATÓRIO DE ENFERMAGEM
07:00 Recebo o plantão com cliente em leito, mantendo cateter de o² contínuo, SNE, AVP em (MSE) digo MSD, SVD; —–
08:00 AVP apresenta sinais logísticos: extravasamento de líquido, vermelho e cliente referindo dor, retirado e puncionada veia periférica em dorso da mão E com jelco 22. Verificado sinais vitais, aceito o café da manhã, estimulado e auxiliado à higiene oral. ——————————ass.
09:00 Encaminhado ao banho de aspersão. ————-ass.
10:00 Recebeu alta. Retirado acesso venoso de dorso da mão, foi orientado quanto aos medicamentos e retorno ao médico, transportado em cadeiras de rodas com acompanhante. Devolvidos os exames laboratoriais. ————–ass.

 

DATA 31/02/12         RELATÓRIO DE ENFERMAGEM
João da Silva           70                          12358/12
Admitido nesta unidade procedente do domicílio, deambulando; acompanhado da esposa; trouxe consigo exame de RX de tórax; orientado no tempo e espaço; queixa-se de dor nas costas; nega alergias a medicamentos ou a alimentos; verificados SSVV; foi orientado quanto às rotinas hospitalares e acomodações. Foram entregues à esposa um relógio e uma aliança dourada. ———-ass.
       

 

  DATA 31/02/12  RELATÓRIO DE ENFERMAGEM
Maria Souza 40 2345/12
08:00 Transferida para a unidade de Clínica Médica, 3º andar, Q. 33/B, em cadeira de rodas; passado plantão para auxiliar y. ————-ass.
       

 

  DATA 31/02/12  RELATÓRIO DE ENFERMAGEM
11:00 Puncionada veia periférica em MSD com escape nº 21 para a administração de medicamento. ————–ass.
14:00 Realizado enteroclisma conforme prescrição médica, com efeito positivo, dando saída a fezes acastanhadas em grande quantidade com odor característico. Após procedimento o cliente manteve abdome flácido e sem sinais de desconforto. ——–ass.
13:00 Instiladas duas gotas de Cloranfenicol em cada olho, conforme prescrição médica. ———ass.
16:00 Administrado Hidrocin, três gotas em cada narina, conforme prescrição médica. ———ass.
17:00 Aplicado Sarnapin loção spray em todo o corpo conforme prescrição médica. ———–ass.
12:00 Medicado conforme item 02. ———-ass.
12:30 Realizadas higiene oral, limpeza da língua e escovação dos dentes com dentifrício. ———-ass.
14:30 Apresentou hipertermia, medicado conforme item 05 da prescrição. ———–ass.
17:00 Feito dextro, apresentou hiperglicemia. Aplicadas 30 UI de insulina regular, SC, na região periumbilical, conforme prescrição médica. ———ass.

 

About these ads

One response to this post.

  1. Posted by Veronica on 8 de julho de 2012 at 10:52

    Re que maravilha, assim vc vai acabar professora e não enfermeira. kkkkkkk

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

JetHead's Blog

Airline Pilot Blog

Why? Because Science.

Combating Stupidity Since 2012

The PhotoBook

Commentary on photo books

101 Books

Reading my way through Time Magazine's 100 Greatest Novels since 1923 (plus Ulysses)

A year of reading the world

196 countries, countless stories...

Isaac Sabe!

Seja o Newton, o Asimov ou o seu Isaac da esquina.. ele sabe!

The Scribd Blog

Your Personal Digital Library

Herlufs-Blog

Min side om ting der sker her på Wordpress

MEU ESPAÇO, MINHA VIDA, TUDO MEU.

Só mais um site WordPress.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 476 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: